segunda-feira, março 16

Sintomas de Paixão

Olhei nos olhos dele, parei, congelei. Minhas pernas bambas pareciam ter criado raízes no chão, minha língua parecia ter colado no céu da boca. Meus olhos não viam mais nada do que aquele que considerava um deus grego. Meu cérebro só repetia seu nome e eu já nem conseguia mais pensar em nada.
Ele olhou sorriu, sorriu meio sem graça e chegou perto. Sorriu e aquele sorriso fez seus olhos brilharem mais do que o brilho que já havia me chamado atenção. Ah, que sorriso encantador... Ah, que olhos matadores... Tinha sem perceber, um grande charme, e havia me hipnotizado sem saber. Perguntou meu nome e eu timidamente respondi. Tive a impressão de que minha voz não ia sair, mas mesmo enfraquecida, emitiu um som reconhecível.
Ele disse seu nome também, mas eu já sabia fazia tempo, por causa do tanto que seguia-o, tomava conta da sua vida. Só não conseguia ler seus pensamentos... Será que gostava de mim? Será que me achava bonita? Como se lesse meus pensamentos, soltou um: "Já te contaram que você é linda". Não acho que tenha per
manecido consiente. Não consegui me concentrar em mais nada. Minha cabeça foi a mil. Acho que são sintomas de paixão.

2 comentários:

eviilin stefanelli disse...

muito legal esse texto
da uma passadinha no meu tbm
http://siri-zinha.blogspot.com/

BEEIJIOOOS

Ingrid disse...

Oi, tem um selo pra vc lá no meu blog!
Passa lá!
http://marca-de-batom.blogspot.com/