sábado, março 21

Sou nada sem você

Sou fera ferida,
Sem coragem sem amor
Sou anjo expulso dos céus
Sou fruto sem sabor,
Rosa negra abandonada
Pela dor pisoteada
Pela ignorância transpassada...
Sou noite sem luar,
Sou lágrima a derramar
Sou a sombra que te persegue...
Sou sua consciência a te condenar!
Animal feroz e astuto
De beleza sem igual
Sou a sedução na noite sórdida,
Sou melodia da canção mórbida,
Sou nada sem você...

Um comentário:

Millena Moderadora disse...

Parabéns pelo blog.
Criativo e inteligente.
Se puder,visite o meu.
TE CUIDA!
BOM DOMINGO PRA TI!