segunda-feira, junho 15

Diga-o

Diga que não o amo, que não sinto nada por ele. Diga que ele nunca foi especial pra mim, eu apenas quis me divertir. Diga que pra mim ele nunca foi mais que um amigo, e que eu nunca pensei nele antes de dormir. Diga que eu nunca chorei por ele, e eu nunca sonhei com ele. Diga que meu desejo é sua distância, e que eu nunca vou amá-lo. Diga que sua presença me traz mal-estar e que a última pessoa com quem quero estar. Diga que nunca acreditei em nada que ele me disse, e que nunca fiz questão de ao menos escutá-lo. Diga que eu vou embora para que ele não me perturbe mais. Só um último favor: não diga que tudo isso foi dito sob lágrimas, pois se não ele saberá que tudo que eu te mandei dizer não era verdade, e que, apesar de tudo, eu o amo.

Um comentário:

Martha M. disse...

Espero que esteja melhor. Chá de camomila, erva-doce são bons.
Ao contrário que muita gente pensa, não é frescura, isso existe.


É, não tem nada melhor que escrever né?

Fica bem. Beijão.